domingo, 22 de maio de 2016

HOJE ABRI O SOL MAIOR

Hoje abri o sol maior,
vi na moldura a cor escura.
Nem senti a luz entrar
pela janela da sua rua.

Eles querem que eu desista.
Mas eu não vou.
Eles querem que eu desista...

Se é possível seguir rumos
sem pedir destino, eu não sei.
Só quero crer na flor.

Eles querem que eu desista.
Mas eu não vou.
Eles querem que eu desista...

Eu vim cá, buscar
a calma do amanhã.
Eu vim cá, olhar
o preço que há no tempo.
Vendi meu medo.
Hoje abri o sol maior.



(Hilreli Alves / Matheus Lucena)



Nenhum comentário:

Postar um comentário