sábado, 31 de dezembro de 2011

PARE PRA PENSAR

Previsões e profecias anunciam
que o mundo vai acabar.
Os olhos vão esconder
e os dedos não vão contar.

O livro conta um segredo.
"Acredite, viva a vida sem medo."
Cadê a novidade?
Felicidade não se compra.

Então cante a canção.
Ouça o coração.
Sinta essa emoção.
Não pare pra pensar.
O amanhã pode não chegar.

Estrela celestial,
o sol vai apagar.
A lua vai se perder
e os sonhos vão sufocar

Aproveite o tempo livre pra crescer.
Os dias vão se perder.
O mar vai engolir
a morte vai voar e a vida sucumbir.


Então cante a canção.
Ouça o coração.
Sinta essa emoção.
Não pare pra pensar.
O amanhã pode não chegar.


08/11-27/11/2007




quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

TOME NOTA


Eu cada vez mais acredito menos
Em planos, promessas e declarações
Expectativa é a maior razão de desilusão dos seres humanos.
Entre o que você espera e almeja
e o que o outro deseja, existe um abismo.


Eu cada vez que me lembro
De tudo que foi dito e o que deixou de ser,
me perco no raciocínio e na razão.
Entre verdades e realidade
e o que é somente interesse, existem muitas histórias.


Só não cabe mais a minha
Só não existe mais a nossa


Acabou, tome nota.
Eu já deveria imaginar.
Ingênuos são os que ainda esperam,
por algo que ainda será.
Entre conseguir fazer e realizar
e o que realmente vale a pena,
bastava o silêncio.
Não existe perfeição.
Encontrei um olhar
mas ele mudou de direção.



TOME NOTA (Acapella) by Hilreli Alves Soares

terça-feira, 27 de dezembro de 2011

ERA ISSO

E agora seu sorriso não mais me pertence.
E agora suas pequenas felicidades diárias
ocorrem por outras razões e motivos.

E como quem sopra uma vela,
toda história que me vendeu e me comprou,
toda a verdade se apagou.

Mais uma vez o conto de amor
me prega uma peça, tenta me levar o que resta
e trazer disfarçada a dor.

Esse jardim não mais precisa de cultivo
não mais quer manter-se vivo.
É hora de suas flores murcharem.

E agora talvez suas folhas secas
sirvam para marcar um livro, trazer uma inspiração,
ou só deixar uma cicatriz em meu coração.


segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

ONDE PENSEI


Então eu me afastei.
Tudo o que eu tinha pra dizer
ficou perdido em algum lugar
muito longe de mim.

Onde nem mesmo a luz alcança,
onde ninguém dança,
onde meu sorriso se faz dor,
onde faltou tempo para o amor.

Então encontrei um resquício.
Um pedacinho qualquer
daquele sonho que um dia te dei
e que virou meu vício.

Onde construí alguns planos.
Onde pensei, não haver enganos.
Onde caminhei por ruas sem fim.
Onde o mundo mal cabia em mim.

Então busquei a redenção.
Me lancei na sorte de talvez um dia
poder fazer parte do que foi construído,
em meio a lacunas do que ainda não foi destruído.

No que ainda permanece,
no que ainda aquece as noites de frio,
no que ainda faz o barco descer pelo rio,
no que ainda temos.

...ou pensamos ter.


Parceria com Bianca Teixeira

22/11-26/12/2011

domingo, 25 de dezembro de 2011

VULGO SAUDADE

O trânsito circulando, a noite chegando
e como todo dia, mais um dia se vai.
Mas falta alguém aqui.

Eu continuo escrevendo, no almoço comendo
e quando pedem, dizendo, falando bobagem.
Mas falta alguém aqui.

Os passos trilhando, o dia passando
e como toda noite, mais uma estrela no céu
e nada faz sumir.

Me pergunto em respostas que não encontro.
Como costurar a dor e fechar tudo num ponto?
Mal posso esperar.

Parece que nada mudou
Ainda vejo luzes na janela
Parece que foi ontem, parece que não foi.

Ninguém me avisou
que eu não te teria um dia,
que uma dor forte me consumiria,
e que sua ausência se faria tão presente, tão latente.
Parece aflição, só estranhamento ou crueldade
mas é o que chamam saudade.
E apenas dói.

27/03-18/04/2008

sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

SE FAZ AGORA


Reserve um tempo pra um olhar.
Contemple um sorriso sincero.
Observe o mundo a sua volta.

Aos que ainda estão
Aos que já se foram
E aos que ainda virão.

Deseje votos de prosperidade.
Almeje sonhos em qualquer idade.
Admire a beleza do abraço.

Agradeça cada segundo de tédio.
Faça de cada atrito um remédio.
Cure-se das mágoas.

O refúgio é o amor
O caminho pode ser pela dor
Mas o que importa é aonde chegaremos.

Siga estes conselhos.
Ignore-os também.
A vida se faz agora, amém.

quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

AQUI NÃO

Bom mesmo é brincar de ser poeta
enquanto o tempo passa..
Eu escolho flores e poesia,
versos e canção.
Afinal, toda unanimidade é burra
já dizia um sabichão.
Corre nas horas a insatisfação
de ainda não fazer parte
daquilo que ainda nem sei,
daquilo que ainda nem vi
mas já entendo..
Somos amantes da Arte.
Somos felizes em Marte.
Aqui não é lugar pra mim.


19/11/2011

quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

COMPASSO

Ainda há pegadas na areia,
e um deslumbrante céu azul,
que vem de encontro com a minha tristeza.
que hoje se faz incomum.


Lágrimas ainda escorrem dos olhos.
Enquanto aguardo um novo amanhecer.
Ainda olho aquelas pegadas
tentando encontrar alguma que me leve até você.


Enquanto o sol nasce eu me despeço
daquilo que um dia eu sonhei em ter.
Enquanto o sol cresce eu me desfaço
daquilo que um dia eu sonhei em ser
Me dou conta que as pegadas
são apenas minhas, só minhas
E a vida é, o que é pra ser.


Parceria com Bianca Teixeira






segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

SOMOS ISSO

Vou estar sempre ao seu lado
mas, só enquanto eu respirar.
Enquanto a ciência provar,
enquanto o amor existir.

Vou ser o ombro pode chorar,
pode falar, pode sorrir,...
Só não me diz que o tempo acabou
ou que a felicidade sumiu.

Se não tiver mais graça,
se a música parar,
se o mundo rodar e o chão sumir
Olha pro lado eu vou estar aí.

Pronto pro que der e vier
e seja o que Deus quiser.
...Partilhar lealdade.
Faça disso um compromisso.
Somos isso... amigos de verdade.
Somos isso!

O desgaste pode nos consumir
mas nunca duvide do meu olhar.
Ele a certeza que posso dar
é a força que pedir.

Você feliz sou eu feliz.
Jogue as mãos pro céu!
Você mora no meu coração
e não paga aluguel.

Se o sol brilhar,
se o tempo correr.,
se o amor vingar e o som fluir
Olha pro lado eu vou estar aí.


21/03/2007

domingo, 18 de dezembro de 2011

ATÉ ONDE DEVE IR



Nada vai sufocar.
Nada vai apagar.
Nada vai esconder.
Palavras de emoção,
as lágrimas no chão
e o sorriso do olhar.

Em minha vida a ressoar
até onde a luz chegar.

Tudo vai até onde deve ir.
Tudo segue, tudo flui.
Tudo vai até onde Deus pedir,
e nada vai te ferir.
Nada é tão tudo.
A vida é um escudo.
Proteja-se da dor
o que nos sobra é amor.

Tudo vai me lembrar.
Tudo vai encontrar.
Tudo vai me trazer.
Trechos de uma canção,
versos de uma paixão,
um sonho a viver.

E eu continuo sonhando.
E eu continuo vivendo.

"As folhas caem no quintal, só não cai o meu amor pois não tem jeito é imortal"

19/12/2007


quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

PRA ENTÃO SOSSEGAR

Nesses dias quero amor pro meu coração,
quero a chave pra uma emoção,
traga de longe pra mim
ou de perto, enfim.

Além dos montes onde há fonte,
escorra correndo pra cá
não perca o tempo que há
o vento pode voar.

E água é pra alma lavar

Talvez, deva fugir
talvez deva mentir pra ele enganar.
Talvez, deva voar
talvez deva encontrar um amor pra curar
e ele então sossegar.

Ah se ele soubesse não sofrer
seria mais fácil viver
mas ele tem que chorar
e implorar.

Abra-se pro mundo lá fora
o tempo e a vida, é agora.
Lute pelo seu chão.
Fica esperto coração!


01/01-04/01/2008


quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

ERA UM DIA


Te conheci, sem conhecer
Te percebi, sem entender
Te entendi, sem perceber

Era só mais um rosto,
uma foto que postava frases
e que me dizia coisas.
Coisas que eu sentia, coisas que eu vivia,
coisas que eu esperava, coisas que eu pedia.

Já nem me lembro quando, isso tudo, foi
Já nem me importo, já nem sei.

Mas há do outro lado alguém?
Quem eu sigo? Quem eu vejo?
Que me tem por perto e me faz tão bem.
Que me faz completo quando não há ninguém.
Em breves segundos que voam nas horas,
longos sorrisos, como o que tenho agora. =)
Uma parceria sem contrato,
sintonia aguçada num pacto:
Eu escrevo você completa”
Atentos ao simples e ao incomum,
olhar preciso como nenhum,
Mesma frequência, feito um ima,
a gente se inspira e faz rima.

Parceria com Bianca Teixeira

22/11/2011

terça-feira, 13 de dezembro de 2011

ABAIXE A GUARDA

Como posso dizer, sem falar.
Como posso ouvir, sem pensar.
Preciso gritar, preciso explodir,
e levar o que aprendi.

Vamos edificar o amor,
valorizar o que vem sem dor,
construir uma ponte em nós,
acreditar na vida e desatar os 'nós'

Eu estarei sentado aqui
pra te guiar, pra te seguir

Abaixe a guarda
o amor quer entrar.
Não é difícil aceitar.
Querer é poder!
Viva o lado bom.
Saiba a vida encarar.
Não jogue esforços ao luar.
a vida é viver
Mas não basta sonhar.

(...)


08/11/2007-09/01/2008

domingo, 11 de dezembro de 2011

ACEITE OU SOFRA


Ah que bom seria
se o que as pessoas dissessem
elas fizessem.


Não haveria distorção
Não haveria conflito
Não haveria boa parte dos desentendimentos


Ah que bom seria
se não houvesse a expectativa
de quem espera.


Não haveria decepção
Não haveria mágoa
Não haveria boa parte dos lamentos


Ah que bom seria
se não tivesse fechado os olhos
para os seus defeitos


Não haveria cinismo,
não haveria fracasso nem glória,
não haveria nem boa parte dessa história.


Ah que bom seria
uma vida de sonhos e fantasia
mas ela é fatos, atos e realidade.


Aceite ou sofra.
Decidi não sofrer.

sábado, 10 de dezembro de 2011

O MUNDO DEVE GIRAR

Já não tenho mais os mesmos sonhos,
já não brinco na rua.
Não vivo mais como vivia, nem como sentia.
Hoje descobri, a vida não é fantasia.

Os cães só vivem uns vinte anos,
e os "amigos" traem,
as rosas murcham e as fichas caem.

Mas dessa vida o que fazer?
Já sofri umas paixão,
plantei feijão no algodão,...
O que me falta viver?

Agora é tarde pra chorar
o mundo deve girar
e ainda há de haver tempo.
Nada é tão importante
como o segundo desse instante.

Já não tenho mais meus vinte anos
e quem precisa deles?
O fruto cai do pé é de maduro,
não se da tiro em quarto escuro.

O barco segue em linha reta
voando na imaginação
mas se tirar o remo do chão

Mar de rosas é só em filme
mas a vida tem o seu valor.
Se encarar tudo de frente
viver diferente e com amor.


22/10-25/10/2007




NEBULOSO DIA

Minha paisagem hoje se faz triste.
Meu olhar se faz encantador,
diante da maestria do silêncio.
Há tanta beleza e você nem viu.

Quisera eu um dia frio
assim como agora se faz.

O respingar da chuva
me convida a contemplar
o movimento suave das folhas
que balançam por sobre os galhos.

Nebuloso dia que a muitos aflige
a mim me seduz, a mim me difere.
Nebuloso dia que a muitos afasta
a mim me chama, a mim me quer.

quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

AGORA SEJA

Toque o céu com os pés no mar.
Acenda as estrelas do seu quarto.
Ouça meu coração ressoar
declamando poesias ao luar.


Vejo o tempo passar.
Leva contigo, tempo, a solidão!


Agora seja,
me aponte os erros,
me conte sonhos.
Agora seja,
esqueça os medos,
me olhe nos olhos,
me beija.


Me toma a carne como o vento ao mar.
Conceda-me.
Sua boca nua implorando amar.
Não faz mais sentido esperar.


Se amanhã o hoje vai ser ontem
me dê logo o que tem.



01/10-20/10/2007

terça-feira, 6 de dezembro de 2011

MEU AMOR

Hoje o dia caiu do céu
como se nunca estivesse seguro ali.
Por mais que já tenha escutado,
só agora eu sei, nada é pra sempre.

Não tinha percebido
que o óbvio corria perigo.
Ainda tento assimilar sua decisão
pra ver se tiro alguma conclusão.

Mas não existe nada de concreto na sua razão.

Meu amor, as noites não se apagam
Meu amor, os dias não me falam
Meu amor, como tentar esquecer?
Meu amor, e como eu vou viver?
Meu amor

Você simplesmente não quer mais
e o que se foi , já foi e tanto faz?
Será que não sou mais o bastante?
Nossas fotos saíram da estante...

E eu nem tinha percebido.
Não quero bancar o sofrido.
Ainda tento entender sua decisão
pra ver se tiro alguma conclusão

Mas não existe nada de concreto na sua razão.

18/04-01/05/2008

ALÔ CURA


A anormalidade está presente
nos olhos de quem acha,
nos receios de quem vê.
Olhar o mundo por um prisma diferente
é o que nos faz ausentes da mesmice
impregnada por aí.

Etiqueta, procedência,
Maneira de estar, forma de... fugir.

Mais vale uma loucura inconsequente
que o senso comum.
Eu sou mais um, e não sou comum.
Mais vale um humor escrachado,
um sorriso dobrado
que um mundo parado. I like to move it, move it
Mais vale admirar o mecanismo dos dedos,
nosso universo restrito,
Do que todo o esquisito presente lá fora.

A doidice que nos cabe
A maluquice que nos vê
A zuretice que nos ouve
É toda cura que preciso agora
Além de você.

segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

PROCURA-SE UM CORAÇÃO

Lá se vão os dias
e você ainda não veio.
Deve ser destino, creio.
Podia ser mais fácil.


Assim como num filme,
por acaso numa esquina
e então te encontro menina.
Qual o endereço do teu castelo?


Não tenho cavalo branco
mas a sua felicidade eu banco!


Não espere com a solidão me conformar.
Não espere até que eu desista.
Nos meus sonhos invista!
Não estou a sua disposição.
Tô carente, preciso amar
Procura-se um coração!


E é pra ontem.
O tempo não me espera esperar
só quero beijos a negociar,
quero o "felizes para sempre"!


E com direito a café na cama...
Posso até arrumar a cozinha
se depois você for minha
Criar um lar, fazer uma família,...


Filhos não dão só alegrias (eu sei)
mas desencana, não me interessa suas estrias


Ela ela ela
Cadê a tampa da minha panela



16/10-19/10/2007


ÚLTIMO BEIJO


Outro beijo, mais uma despedida.
Outro olhar, e nenhuma saída.
Desta vez serei eu quem fica.
Não há o que discutir.
Não há o que fazer.
A não ser, tirar o seu mundo do meu
seguir em frente e esquecer,
deixar a vida acontecer.
Mesmo que de repente a saudade se faça doer
e a solidão me faça estremecer.
Juntarei os pedaços
que você deixou ao vento.
E isso é tudo o que tenho neste momento


Parceria com Bianca Teixeira

domingo, 4 de dezembro de 2011

LIVRAI-ME DO MAL

A vida é sem graça
sem o voo dos pássaros.
O café tá sem leite
e a vida também.
As palavras voam
e os sonhos idem


Será que corre sangue nessas veias?
Anda amor, acelera desejo, corre o tempo.
Corre tanto que até me canso
sem nem sola gastar.
Mas não enfrento muralhas
prefiro sentar, esperar,


Não sou o super-herói
uso a cueca antes da calça.
Quero a vida simples e normal.
Gozar tragédia, chorar felicidade,...
Livrai-me do mal!


O verão mata o abraço
e o frio, pede um cafuné.
Hoje eu tô com preguiça
só vou lavá os pé.
Mas o importante é ser feliz
Deus é 10, se liga mané!


Eu contra um mundo,
e a favor do tempo
Eu contra a morte.
Quem vai vencer?
...E o que me importa?



12/03-21/03/2007

PEDACINHO DO CÉU


Você, pedacinho do céu
olhar doce como o mel
patas cheias de amor, pra me dar


Eu sei, não é fácil esperar
o dia inteiro e só ganhar
dois segundos de atenção,
e com isso ficar feliz e vibrar.


Quando me olha
só me pede um dengo,
queria um latido
mas hoje só tenho...


Não, não
Não fujas de mim
vem pros meus braços
receber o afago que é seu, todo seu
Não importa se vai me lamber
ou sujar minha calça
Vou correr atrás de você
e só mais hoje ter, você pra mim
Só um pouquinho assim


meu pedacinho do céu
o céu é seu
meu pedacinho do céu
todo o céu é seu... e é pouco

10/04/2010

sábado, 3 de dezembro de 2011

DA FÉ


E quando eu disser tenha força
O sol ainda existe, acredite.
E quando eu disser não tenha medo
Eu sei você resiste, acredite.


Quando sentir o vento te tocar,
Quando ouvir alguém suspirar,
Quando fizer você sorrir,
E quando não mais puder fugir


Acredite, nessa vida sempre há um propósito
Mesmo sem entender, aceitar ou compreender
Se o obscuro do talvez te estremece
Saiba algo você irá aprender


Mas se ousar fugir da batalha
Feche os olhos e ore com fervor!
Não importa qual seja a razão
Sua fé te manterá, te acolherá
Acredite, eu digo agora em seu silêncio.
Só caímos para levantar.
Não desista! Insista!
Tenha fé, acredite!


Acredite, olhe pro céu!
Acredite, há uma força!
Acredite!



NOVO MUNDO


A gente dividia o dia
A gente conversa ouvia
A gente se olhava e sabia

Brigas, acertos, descontos,
sonhos, famílias, encontros

Tudo o que um dia seria motivo pra sonhar
Então viro as costas e não vejo o mar

Hoje o sol não vai raiar
quando acordar, não vou levantar
É como se o mundo pudesse parar.
Hoje os olhares não vão se encontrar
Os sinos não vão despertar
A vida não vai passar
um novo mundo vai acordar
e um outro mundo vai

Foi quase uma vida inteira
Pena que foi tão pouco
pena é não ter mais outro

As horas, os dias, o tempo
Agora nem sinto o vento

Esqueça, se for fugir
Alcance-nos se conseguir
Seremos sempre o que fomos, se nos permitir



19/02-19/03/2008

sexta-feira, 2 de dezembro de 2011


Há quem queira muito ter razão
Há quem só queira ser feliz
Há quem com nada se importa
e só tenha olhos para o próprio nariz


Há quem saiba muito ouvir
Há quem só prefira sorrir
Há também quem desconhece o silêncio
e faz das palavras um chafariz


Há quem busque sonhos
Há quem encontre objetivos
Há ainda aqueles que sofrem
por desconhecer o que diz
e que só tenha olhos para o próprio nariz


Há muitas coisas, há coisas muitas
saber respirar nos faz refletir
saber expirar nos faz concluir
Respire, expire, respeite
Estamos num barco só
desfaça das pedras, desfaça o nó


19/11/2011

ENCONTREI UM OLHAR


Essa noite encontrei um olhar que me diz.
Me diz frases que fariam toda a noite valer a pena.
Com um jeito desinquieto de quem aguarda,
como quem deseja...


Essa noite aprendi a contemplar os segundos,
aqueles que nos distanciam e nos trazem
e nos dão a certeza do amanhã que vingará,
como quem sonha...


E como quem não quer nada
foco no fim da estrada
porque o caminho é um só
não há o que perder, nem o que prometer


Me sorria com esses olhos dizendo
que o céu nos espera
que o seu é nosso, que o meu é seu
que a sinfonia dos anjos nos entregue
o que todas as noites de sonhos nos prometeu


28/11/2011

quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

CIDADE BQ


Terra de doido, terra de rosa,
Terra de muita conversa e prosa

Frio afoito, amizade vistosa,
Terra de história e gente jocosa

Pouco se sabe pouco se viu
Lugar tão pacato neste Brasil

Tem o lado A, tem o lado B
Escolha o galho pra não se perder

Aqui eu nasci. Aqui eu cresci.
Fiz toda uma vida e nunca fugi

“Aqui não tem nada, aqui nada tem”
Falta na verdade quem veja além

Na praça tem globo, e tem o pontilhão
Temos vistas boas, e lacuna no chão

Bituca é música, arco é ponte
Aqui tenho sempre o meu belo horizonte

Depen’de quem olha, depen’de quem vê
Há sempre belez é só percebê

DISCURSO

Eu quero, quero
quantos queros eu puder querer.
Eu espero, espero
quanta esperança eu puder ter.
Até a hora que for pra ser
e que me der na telha.


O mundo gira
enquanto o tempo tira,
o que a vida um dia
tratou de nos dar.


Mas ainda anseio o seio da sorte.
Atenção ao top de cinco segundos.
Não temos tempo pra morte!


Vamos dar início ao indício
de um novo tempo pra esse chão!
Vamos concentrar no centro de um foco
o apoio presente em cada mão!
Vamos até ali e aí, descobrir
um bom motivo pra superação.
Esperar o que quiser do coração!
Querer o que se espera de uma nação!
FORÇA, RAÇA e DISPOSIÇÃO!



16/03/2008 - 17/03/2008